Buscar
  • EJECart

AEROLEVANTAMENTO EM PROJETOS DE ENGENHARIA

A metodologia de aerolevantamento vem ganhando cada vez mais espaço no segmento de engenharia, esta técnica consiste no levantamento de informações de alvos terrestres ou marítimos através de imagens. Mas para a efetivação na coleta de informações é importante que sejam utilizados equipamentos específicos para cada tipo de trabalho.

Para realização do aerolevantamento podemos utilizar Drones ou Vants, que são os chamados RPAS (Sistema de Aeronave Remotamente Pilotada). Com eles é possível realizar análises e medições com maior rapidez, maior quantidade de dados, com precisão centimétrica e em alguns casos até em locais que não é possível utilizar equipamentos topográficos devido a adversidades dos locais.

As configurações deste método podem ser adaptadas de acordo com cada aplicação, por exemplo, se você precisa de um nível de detalhamento alto é necessário utilizar um GSD (Ground Sample Distance) mais baixo, para mapeamento em áreas urbanas a fim de melhorar a aquisição de dados é possível realizar o modo de voo cruzado, obtendo mais imagens e consequentemente maior detalhamento da área.

Para realizar este tipo de serviço é necessário cumprir algumas recomendações dos órgãos competentes, como inscrição no ministério da defesa, cumprir exigências da Anatel, Anac e Decea, além do serviço ser realizado por um profissional técnico capacitado e habilitado para esta atividade.


Para quais atividades pode ser realizado o aerolevantamento?

O aerolevantamento pode ser realizado em diversas atividades, como agricultura em que pode ser realizado o monitoramento de lavouras, agronegócio para o monitoramento de pastagens e de animais, mapeamento de rodovias, regularização fundiária, atualização imobiliária, uso e ocupação do solo e monitoramento de bacias hidrográficas.

Preciso utilizar pontos de apoio em projetos de aerolevantamento?

Depende, neste caso é necessário avaliar o objetivo do projeto. Por exemplo, em caso de se obter apenas medições como área, perímetro e volume, não. Pois nestes projetos o objetivo é conhecer apenas as medições, e não a obtenção de coordenadas.

Já em projetos de georreferenciamento, geração de curvas de nível ou projetos que necessitam de informações sobre as coordenadas da área, sim. Pois, os pontos de apoio irão garantir uma melhor acurácia posicional, já que neste caso o levantamento dos pontos de apoio é realizado com receptores geodésicos.

E você? Precisa de serviços de aerolevantamento? Deixe aqui nos comentários ou nos envie uma mensagem. Nossa equipe entrará em contato com você o mais rápido possível.


54 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo